TOP 5: Robin Williams

Por Cleberson Alcantara e Louise Costa


Recentemente fomos surpreendidos com a morte de um dos maiores gênios (incompreendidos?) do cinema mundial: Robin Williams! Para prestar homenagem, o Cultura Inútil faz uma retrospectiva com cinco filmes essenciais da carreira de Robin. Há de destacar filmes que marcaram nossa infância como Uma Babá Quase Perfeita ou que nos emocionaram como Gênio Indomável, Amor Além da Vida e Inteligência Artificial. Mas queremos mostram o quão versátil era seu trabalho, que ia passeava com o mesmo talento entre a comédia e o drama!

5º – Bom dia Vietnã! (1987)

Uma das primeiras comédias da carreira de Robin Williams, Bom Dia Vietnã falava de um DJ que tinha a missão de comandar o programa de rádio dos soldados americanos durante a guerra do Vietnã. A irreverência de Adrian Cronauer logo cativou os soldados do batalhão mas gerou muito ciúme entre os superiores. A atuação de Robin em “Bom dia Vietnã” lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor ator, porém a estatueta daquele ano de 1988 para Michael Douglas em “Wall Street”.

4º – Sociedade dos Poetas Mortos (1989)

“Tornem suas vidas extraordinárias”; talvez, de tantas outras frases marcantes, esta seja a que melhor represente a proposta do longa, lançado em 1989 pelo talentosíssimo Peter Weir, diretor também de “O Show de Truman”.  John Keating (estrelado brilhantemente pelo nosso querido Robin Williams) é um professor recém-chegado à Academia Welton, uma escola tradicional – e bem autoritária – para rapazes. John, não é em nada parecido com os outros professores do corpo docente e incentiva seus alunos a pensarem, enxergarem e analisarem o mundo de forma diferente. A Sociedade dos Poetas Mortos é então reorganizada pelos novos pensadores; esta consistia em reuniões repletas de filosofias contrárias à imposição exercida sobre os mesmos e literatura, a paixão que parecia fazer parte de todos que a integram. “Carpe Diem” (aproveite o dia) passou a fazer parte da filosofia que cada um construía para si. Profundos debates ocorrem entre os alunos da Academia Welton e levam seus colegas à reflexão do que tem sido absorvido ali. Uma inspiração, uma obra prima, para todo e qualquer indivíduo que leva a vida sob os comandos impostos e em nenhum momento discutidos de governantes que o desejam “conter”.

3º – Jumanji (1995)

A escolha desse filme para esse Top 5 é único e exclusivamente pela sua repetição: todos, em alguns momentos da vida, devem ter visto Jumanji na Sessão da Tarde. Baseado num livro infantil com mesmo nome, Jumanji fala de um jogo de tabuleiro sobre o mundo selvagem em que animais gigantes se tornam reais conforme o jogar dos dados. Robin interpreta Alan Parrish, um jogador que, em 1869, ficara preso dentro da Jumanji. Após 26 anos, outras crianças encontram esse tabuleiro mágico e libertam Alan, e enfrentam altas confusões (sessão da tarde feelings) para terminar esse jogo cheio de surpresas e muito divertido!

2º – Patch Adams – O Amor é Contagioso (1998)

De uma comédia familiar e despretensiosa para outra carregada de emoção. Patch Adams conta a história de Hunter Adams, que após uma tentativa de suicídio e internação num sanatório resolve estudar medicina para poder ajudar as pessoas. Através de métodos pouco convencionais, ele levava alegria aos pacientes internados, mas também causaria estranheza dos outros médicos, que viam o hospital como um espaço sério e de respeito. O filme é baseado numa história real, do Dr. Hunter Doherty Adams, cuja trajetória serviu de inspiração do trabalho dos Doutores da Alegria!
1º – O Homem Bicentenário (1999)

Baseado no livro “The Bicentennial Man and Other Stories”, o clássico lançado em 1999, sob a direção de Chris Columbus, conta a trajetória de um robô em busca de sua liberdade.  Uma família tradicional americana, adquire um robô, Andrew, para realizar tarefas domiciliares. No entanto, este, ao longo dos anos, demonstra emoções e sentimentos para com a família a que trabalha. Aos poucos, é transformado num “ser humano” e busca ser reconhecido como tal. Andrew se apaixona pela neta de uma moça da família querida por ele. Os dois falecem juntos e ele consegue então ser identificado legalmente como um homem – agora, o mais idoso do mundo.

Comentar...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s