Mundo do Cinema – As Mães do Cinema

Dia das Mães está chegando e para comemorar, selecionei apenas 10 dos muitos filmes sobre esse tema. São produções de vários gêneros. Mães obsessivas, as super-protetoras, as gentis, as heroínas, todas elas já brilharam nos filmes. Não importa o tipo de mãe que, cada um à sua maneira, abordam a relação entre mães e filhos.

A Escolha de Sofia (1982 – Direção: Alan J. Pakula)

{34BD1D89-8E0E-4AE8-8530-48B2E93074EF}_sophies-choice.jpg640

O filme conta o dilema de Sofia (Meryl Streep) uma mãe polonesa, filha de pai anti-semita, presa num campo de concentração durante a Segunda Guerra e que é forçada por um soldado nazista a escolher um de seus dois filhos para ser morto. Se ela se recusasse a escolher um, ambos seriam mortos.

Mamãe é de Morte (1994 – Direção: John Waters)

serialmom

Beverly Stuphin (Kathleen Turner) é o mais puro retrato da mãe adorável, carinhosa e perfeita. Seu marido, o dentista Eugene, seus filhos Misty e Chip completam a cena de uma feliz família de classe-média. O que eles não imaginam é que a “querida e doce” mamãe tem uma forma pouco convencional de cuidar dos assuntos familiares. Ela mata todos aqueles que se atrevem a cruzar seus caminhos.

Lado a Lado (1998 – Direção: Chris Columbus)

0,,21902579-EXH,00

Jackie (Susan Sarandon) e Luke Harrison são um casal divorciado que luta para manter seus filhos Anna e Ben, de respectivamente 12 e 7 anos, felizes com a repentina mudança de vida. Luke está namorando e vivendo com uma fotógrafa bem-sucedida, Isabel Kelly, que faz todo o possível para Anna e Ben ficarem felizes, mas as crianças, especialmente Anna, são rudes e sombrias com ela. Quando as coisas não podiam mais piorar, Jackie é diagnosticada com câncer. Essa notícia provoca mágoas e arrependimentos, e ensinam a todos lições sobre amor, família e força.

Tudo Sobre Minha Mãe (1999 – Direção: Pedro Almodóvar)

decorac3a7c3a3o-almodc3b3var

Uma mãe solteira em Madri, Manuela, vê seu único filho morrer no seu 17° aniversário quando corre para pegar um autógrafo de uma atriz. Ela vai a Barcelona à procura do pai de seu filho, uma travesti chamada Lola, que não sabe que tem um filho. O filme lida com temas complexos como AIDS, identidade sexual, religião, fé e existencialismo.

Nas Profundezas do Mar sem Fim (1999 – Direção: Ulu Grosbard)

mp

Beth Cappadora (Michelle Pfeiffer) é uma fotógrafa que vê sua vida desmoronar quando Ben, um dos seus três filhos que tem apenas três anos, é seqüestrado. Um dia, nove anos mais tarde  um garoto chamado Sam bate na porta dos Cappadora, e ele possui a mesma idade que Ben teria, além de ser muito parecido com a previsão que um artista fez dele no futuro.

Dançando no Escuro ( 2000 – Direção: Lars von Trier)

dancando-no-escuro-01

Selma Jezkova (Björk) é uma mãe solteira portadora de uma doença hereditária na visão. Tentando impedir que seu filho fique cego como ela está ficando, Selma trabalha o máximo que pode para economizar e pagar sua operação. Têm-se início uma série de trágicos acontecimentos que mudarão para sempre os rumos de sua vida.

A Troca ( 2008 – Direção: Clint Eastwood)

angelina-a-troca

Christine Collin (Angelina Jolie) é uma mãe que ora fervorosamente para que seu filho Walter retorne para casa. O menino foi seqüestrado em uma manhã de sábado, após ela ter saído para trabalhar. Com a ajuda do reverendo Briegleb  e após meses de buscas intensas, finalmente, a polícia encontra o garoto. Mas algo está errado e, em seu coração, Christine desconfia que ele não seja seu filho verdadeiro.

Mother – A Busca pela Verdade (2009 – Direção: Joon-ho Bong)

mother-a-busca-pela-verdade

Uma mulher viúva cuida sozinha de seu filho único, Do-joon. Este homem de 28 anos, ingênuo e infantil, costuma se comportar de maneira inconseqüente, dependendo com freqüência da atenção materna. Um dia, ele é acusado do assassinato de uma adolescente, mas parece sequer compreender a acusação que enfrenta. Diante da incompetência do advogado encarregado de defendê-lo, a mãe parte em busca do verdadeiro assassino, para provar a inocência de seu filho.

Minha Mãe é Uma Peça (2013 – Direção: Andre Pellenz)

minha_mae_peca_1

Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido, que a trocou por uma mulher mais jovem. Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina e Juliano , sem se dar conta que eles já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles a consideram uma chata, Dona Hermínia resolve sair de casa sem avisar para ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido.

Mommy (2014 – Direção: Xavier Dolan)

mommy

Diane é uma mulher viúva que vive constantemente mal-humorada. Mãe solteira, ela se vê sobrecarregada com a guarda em tempo integral de Steve, seu filho de 15 anos, que sofre de déficit de atenção. Enquanto eles tentam sobreviver e lutar em meio a essa situação imprevisível, Kyla, uma garota que mora do outro lado da rua, se oferece para ajudar. Juntos, os três encontram um novo equilíbrio e a esperança volta a aparecer.

Comentar...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s